PROPOSTA PEDAGÓGICA
A Escola Infantil tem como objetivo principal a formação moral do aluno. Estabelecendo uma linha de ensinamento, tendo como referência maior, a integração escola-família. A escola se propõe a:
Estimular o desenvolvimento cognitivo, efetivo e motor do aluno.
Dar total credibilidade ao aluno para que ele possa expressar suas necessidades e contentamento de acordo com as experiências do dia-a-dia.
Oferecer totais subsídios para a construção da aprendizagem e da cidadania.
Crescer junto com o aluno, no que diz respeito aos aspectos tecnológicos e científicos.
Incentivar a leitura e a pesquisa para o despertar de um novo homem e conseqüentemente, de um novo mundo.

TEORIA SOCIO-INTERACIONISTA
Vygotsky (1896 – 1934), professor e pesquisador, contemporâneo de Piaget, construiu sua teoria tendo por base o desenvolvimento do indivíduo como resultado de um processo sócio-histórico, enfatizando o papel da linguagem e da aprendizagem nesse desenvolvimento, sendo essa teoria considerada histórico-social. Sua questão central é a aquisição de conhecimentos pela interação do sujeito com o meio. As concepções de Vygotsky sobre o processo de formação de conceitos remetem às relações entre pensamento e linguagem, à questão cultural no processo de construção de significados pelos indivíduos, ao processo de internalização e ao papel da escola na transmissão de conhecimento, que é de natureza diferente daqueles aprendidos na vida cotidiana. Propõe uma visão de formação das funções psíquicas superiores com internalização mediada pela cultura.
O aluno não é tão somente o sujeito da aprendizagem, mas, aquele que aprende junto ao outro, o que o seu grupo social produz, tal como: valores, linguagem e o próprio conhecimento. A formação de conceitos espontâneos ou cotidianos desenvolvidos no decorrer das interações sociais, diferencia-se dos conceitos científicos adquiridos pelo ensino, parte de um sistema organizado de conhecimentos. A aprendizagem é fundamental ao desenvolvimento dos processos internos na relação com outras pessoas. Portanto, o desenvolvimento mental só pode realizar-se por intermédio do aprendizado. A vivência familiar e social são referências necessárias para um desenvolvimento cognitivo!